O que você achou do texto?

Concorda comigo?

COMO GARANTIR A IDENTIDADE DA SUA MARCA




Sua empresa tem uma marca, e ela representa muito bem a sua empresa, ok?!

Ou você pretende investir em uma marca, ou talvez quem sabe modernizar a já existente?

Mas você sabe como garantir a consistência, reconhecimento e a uniformidade de sua marca na hora de iniciar um desses processos?

Sim, sim, sim, foi isso mesmo que você leu: consistência e uniformidade...

A identidade visual ajuda a empresa a alcançar os resultados que ela precisa no mercado ao qual está inserida (visibilidade, reconhecimento e dindin). Através da identidade mantém-se a consistência, a uniformidade e pode-se garantir uma identidade de marca coerente. Algo como "isso sim me representa!"

Para que esse processo ocorra de forma acertada, é importante que perceber as formas que a marca deve ser representada em suas diversas aplicações: aquilo que pode, como deve ser feito e o que não se deve fazer com ela. E, é aí que mora o perigo! Nós designers trememos na base só de imaginar com o que o "sobrinho designer" do filho do vizinho do cliente pode fazer quando ele pede para quebrar aquele galho e fazer aquela artezinha em troca de um presentinho ou daquela graninha pro final de semana.

A logo é a marca da empresa! Aquilo que a representa, algo que mesmo à distância, você olha e já tem ideia do que se trata. É o ELEMENTO MAIS IMPORTANTE: deve ser planejada através de técnicas detalhadas e com conhecimento técnico afim de avaliar e mostrar a proporção da marca e sua base de alinhamento, garantindo que siga suas devidas proporções. Gente, pelo amor de Deus, não se cria uma marca de um dia para o outro, ou se liga o computador, abre um programa, aperta um botão e as coisas surgem na tela, como em um toque de mágica.

É muito, mas muito mais do que isso! Formas, fonte, cores...

Quando se fala em identidade visual é preciso ter bem claro qual é a tipografia principal e quais são as secundárias, e, estas famílias, são as que devem ser usadas em todos os materiais institucionais afim de manter a uniformidade das peças. Ficar mudando de "letra" o tempo todo não é legal, tá!? Na identidade visual, na minha opinião, 3 tipos diferentes já é quase demais.

Na escala de cores define-se quais são as cores institucionais e que devem ser seguidas rigorosamente em todas as apresentações da marca. Oh meu bom Deus... essa é uma das partes que os designers mais sofrem... Criam com todo amor e carinho a palheta de cores e de repente, em um belo dia de sol você passa pela empresa e vê que o verde musgo, virou verde bandeira... É de cortar o coração!

Por fim, parte-se do desenvolvimento da papelaria corporativa, que nada mais é, que uma série de peças utilizadas no cotidiano da empresa, e que, por meio dela, a empresa se apresenta, se mostra no ambiente corporativo, materializando a marca e sua identidade. É nessa hora que logo aparece, linda e majestosa, toda exibida, impressa nos cartões de visitas, papel timbrado, fachada, sacolas, tags...

Uma identidade visual coesa e uniforme, garante à empresa e aos seus serviços uma estética consistente e apresenta - e qualifica - a empresa e seus serviços no mercado. Dá aquele tchan! Por isso que é importante que você invista em uma marca e identidade de qualidade, com profissionais qualificados para garantir os resultados desejados!

E que Deus nos proteja, amém! hehehe...

© 2017 por GISELE MALDANER. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram